Depois de ter seu primeiro filho, de já ter passado por todo o processo de amamentação e vacinas, o segundo anunciou que estava a caminho. Agora que ele chegou, é preciso todo o cuidado novamente com o recém nascido, mas também é importante não deixar de cuidar do irmão mais velho. Como toda mamãe quer ver os filhos sendo amigos, é natural que busquem uma aproximação entre os dois pequenos, fazendo que com que o mais velho participe da criação do bebê e tornando a rotina de cuidados mais divertida.

O problema nesta relação é que o irmãozinho ainda não tem as defesas que o irmão mais velho tem, já que seu sistema imunológico ainda é bastante frágil e em desenvolvimento, deixando-o suscetível a doenças e infecções. A vacinação auxilia na construção das defesas fisiológicas, fazendo com que seja mais tranquilo estar na presença de outra criança.

É preciso estar atento à saúde do mais velho, pois é super comum que crianças peguem viroses, e ele, que já frequenta escola, parques e outros locais com outras pessoas, pode acabar transmitindo doenças para o irmãozinho, que provavelmente não concluiu ainda o primeiro ciclo de vacinações, como as doses contra Gripe, os reforços das vacinas contra Meningite, Pneumonia e Coqueluche e ainda não tomou as primeiras doses da vacina Tríplice Viral e Varicela. É importante lembrar que muitas vacinas são tomadas apenas a partir do 1º ano de vida. Então, cuidado com a exposição do pequeno a chances de contaminações.

Não se deve deixar de ter momentos prazerosos entre família, mas vale a pena ter cuidados básicos com o mais velho, como evitar que fique perto do bebê se estiver resfriado, levá-lo ao banheiro para lavar as mãos antes de ter contato com o bebê, não compartilhar copos e outros utensílios além de evitar a exposição desnecessária do bebê a ambientes fechados e com muitas pessoas.

Tomando os devidos cuidados de contato e saúde individual dos pequenos, os dois irmãos poderão brincar juntos sempre!

 

Algumas outras dicas para tirar de letra a chegada do irmãozinho:

1. Reserve sempre um tempo para dedicar ao seu mais velho, só vocês dois. Sabemos que os bebês demandam muito tempo da mamãe, mas não deixe que o mais velho sinta tanto.

2. Deixe o mais velho participar e ajudar: pentear o cabelo, fechar a fralda, colaborar no banho. Sempre tomando todo o cuidado para evitar qualquer acidente.

3. Deixe o mais velho ver você dando o peito para o bebê sempre que possível. Ele deve perceber, aos poucos, que aquilo é natural.

4. Conte com a ajuda de pessoas próximas e queridas. Se alguém se oferecer para ajudar, ficar com o mais velho, levá-lo para passear, aceite. É importante ele se divertir longe de você e se sentir seguro com outras pessoas.

5. Tenha paciência, entenda e respeite o ciúme do mais velho. Lembre-se que ele está passando por um momento delicadíssimo, talvez o mais difícil da sua vida até agora.

6. Procure ouvir o seu mais velho, e descobrir o que ele quer, quais são suas necessidades e desejos. Às vezes, uma simples mudança na sua atitude fará toda a diferença.

LPC Resultado de Exames

RESULTADO
DE EXAMES