A gripe é uma infecção respiratória altamente contagiosa, e que pode causar sintomas extremamente desconfortáveis, como febre elevada, dores de cabeça, tosse e até vômitos. É uma doença que atinge as vias respiratórias e costuma iniciar abruptamente.

A gripe é diferente do resfriado, que é ainda mais comum e se apresenta de forma muito mais branda. A gripe pode acontecer em surtos ao longo do ano, mas é mais comum durante o outono-inverno e períodos mais frios. Caso não seja tratada corretamente, ela pode evoluir para uma pneumonia.

Todas as pessoas devem se vacinar contra gripe anualmente, mas existem grupos prioritários que apresentam indicação ainda maior. São eles: crianças pequenas, idosos, gestantes, imunodeprimidos e portadores de doenças crônicas.

Crianças abaixo de cinco anos são as que têm maior risco de apresentar complicações pela infecção do vírus da gripe, já que a imunidade delas ainda não está tão fortalecida. Em crianças pequenas, é comum haver preocupações com outras doenças que podem advir ou ser agravadas devido à gripe, como a otite média aguda, bronquite e a asma. Além disso, com as chuvas e temperaturas mais baixas, é comum que as crianças fiquem mais tempo em ambientes fechados, o que gera um ambiente propício para a transmissão de viroses. Ao vacinar as crianças, elas ficam protegidas, reduzindo as chances de contaminação delas e das pessoas com quem convivem.

A doença pode trazer complicações graves e levar à pneumonia em qualquer estágio da vida, mas existem grupos de riscos mais evidentes. As crianças, as gestantes, os idosos, e pessoas portadores de doenças pulmonares, cardiovasculares, metabólicas e imunodeficientes. Essas pessoas correm um risco maior devido à sua imunidade, que é mais baixa, e as doenças os deixam mais vulneráveis para serem atingidos gravemente. No caso das gestantes, além da gripe causar problemas para as mães, o bebê também sofre devido ao risco de parto prematuro. Desta forma, as grávidas devem se vacinar independente da idade gestacional em que estejam.

Proteger os idosos também é de extrema importância, já que este grupo também apresenta maior fragilidade no organismo. Para eles, é muito mais fácil que uma gripe se transforme em uma pneumonia. Além disso, os idosos muitas vezes apresentam outras doenças, como diabetes e hipertensão, as quais podem ser descompensadas na ocorrência de uma gripe.

Independente da idade, a vacinação é a forma principal de evitar que se contraia a doença. Desta forma, você se previne contra a gripe, além de reduzir risco de complicações associadas, gastos com medicamentos e consultas médicas, além do absenteísmo no trabalho ou escola. A vacina deve ser tomada preferencialmente antes do inverno, garantindo assim proteção no período de maior circulação do vírus da gripe. Porém, independentemente da época e da faixa etária, é importante se vacinar.

LPC Resultado de Exames

RESULTADO
DE EXAMES