Nos últimos meses, muito foi falado sobre as vacinas meningocócicas. Atualmente, temos disponíveis no mercado 3 tipos de vacinas, mas essa diversidade tem gerado alguma confusão principalmente com as mães, que precisam estar atentas às cadernetas das crianças.

A meningite se configura como a inflamação das membranas que recobrem o sistema nervoso. É uma doença grave, com alta mortalidade e elevado índice de sequelas. Diversos microrganismos podem causar a doença.

O Meningococo é uma das bactérias causadoras de meningite. Como existem diversos tipos de meningococos (sorotipos), são necessárias vacinas diferentes: contra as Meningites C, ACWY (além do tipo C, protege contra os tipos A, W, Y)e B. 

Qualquer pessoa pode ter a doença meningocócica e, por isso, é importante estar protegido. No entanto, a doença é mais comum nos primeiros anos de vida, na adolescência, em pessoas portadoras de doenças crônicas e em indivíduos que vivem em agrupamentos. Pessoas que viajam muito também deveriam estar protegidas, pois diferentes lugares do mundo apresentam diferentes prevalências da doença.

Os sorogrupos B, W e Y tem apresentado incidência pequena. Porém, seus números vêm.

Recentemente a vacina Meningocócica ACWY foi liberada pela Anvisa para uso em crianças a partir de 2 meses de idade. Na rede pública, apenas a vacina contra Meningite C está disponível, para crianças no primeiro ano de vida.

As Sociedades Brasileiras de Pediatria (SBP) e de Imunizações (SBIm) recomendam o uso rotineiro das vacinas contra meningite para crianças, adolescentes e adultos. Na impossibilidade de usar a vacina ACWY, deve-se utilizar a vacina meningocócica C conjugada.

Confira as orientações de esquema vacinal:

  • 3 meses: Meningocócica ACWY e Meningocócica B

  • 5 meses: Meningocócica ACWY e Meningocócica B

  • 7 meses: Meningocócica B

  • 12 a 15 meses: Meningocócica ACWY  e Meningocócica B

  • 5 anos: Meningocócica ACWY

  • 11 anos: Meningocócica ACWY

  • Adultos : Dose única da Meningocócica ACWY e 2 doses da Meningocócica B.

*Atenção: o esquema vacinal pode ter alterações de acordo com a idade de inicio da vacinação para cada uma das vacinas.

A vacinação deve iniciar-se o mais precocemente possível, visto  o risco da doença no primeiro ano de vida. Lactentes, crianças e adolescentes ainda não vacinados devem iniciar sua vacinação com Meningococo B assim que possível, respeitando-se o número de doses do esquema primário e os intervalos mínimos para cada faixa etária. Da mesma forma, aquelas crianças e adultos que não se vacinaram contra a Meningocócica ACWY devem fazer.

É importante lembrar que as vacinas são importantes para ADULTOS e CRIANÇAS! Todos devem estar protegidos.

LPC Resultado de Exames

RESULTADO
DE EXAMES