Algumas mulheres continuam mantendo o ritmo de exercícios de antes de engravidar mesmo durante a gestação. Se estiver tudo certo com a gravidez,não é motivo para parar de se movimentar, não é mesmo? Na verdade, se os exercícios forem realizados de maneira segura e adequada, é importante continuar seguindo sua rotina. Se eles não eram realizados antes, que tal pensar em começar? Saiba abaixo algumas dicas e vantagens das atividades físicas na gravidez, mas lembre-se de sempre consultar seu médico para orientação mais especializada.

Como já foi comprovado, o exercício físico ajuda a aumentar a disposição. Por conta das grandes mudanças que ocorrem com as mulheres quando engravidam, é normal sentir-se mais cansada durante o dia. Dessa maneira, é indicado que as gestantes se exercitem para conseguir manter o ritmo da rotina de antes da gravidez. Além disso, dependendo da atividade, os músculos ficam mais tonificados, o que auxilia a carregar o peso extra da gestação. Se a gestante não praticava exercícios antes, o ideal é iniciar com treinos sem muito impacto, mais leves, como a caminhada e a hidroginástica.

Os exercícios mais indicados são aqueles que trabalham o maior número possível de músculos no corpo e que ajudem a melhorar a respiração. Atividades como a musculação, a natação e o ioga são exemplos. No entanto, é importante prestar atenção na pressão arterial, ritmo cardíaco e temperatura corporal, além de certificar-se que os profissionais sejam indicados para lidar com gestantes. Lembre-se que nem todos os exercícios das atividades citadas anteriormente são indicados para quem está esperando um bebê, por isso é imprescindível conversar com seu médico para que ele avalie a sua condição.

As atividades que são consideradas menos aconselhadas são as de alto impacto e que exigem muito esforço físico da mulher. Por conta do afrouxamento dos ligamentos, mudança que ocorre naturalmente nas gestantes, saltos e confrontos corpo a corpo podem causar lesões mais facilmente. Jogos com bola, exercícios abdominais e corridas fatigantes são outros exercícios contraindicados. No entanto, se esses exercícios já eram praticados antes da gestação, eles podem continuar sendo executados, contanto que bem acompanhados.

Dito isso, pode-se salientar que, com a rotina de exercícios, a gestante sente-se mais ativa e sua autoestima tende a aumentar. Encontrar um exercício adequado e divertido pode ser muito benéfico durante a gestação, sendo essencial que mulher seja bem acompanhada, prestando atenção aos sinais do seu corpo, para não comprometer a saúde do seu bebê.

LPC Resultado de Exames

RESULTADO
DE EXAMES