A amamentação costuma ser um fator de preocupação para as mães antes mesmo de o bebê nascer. Isso se deve ao fato de o leite materno ser, comprovadamente, o alimento mais completo que o bebê pode receber, pois fornece todos os nutrientes, vitaminas e minerais de que ele precisa para o crescimento durante os primeiros meses. A Organização Mundial de Saúde (OMS) recomenda que a mãe amamente os filhos, exclusivamente, durante os primeiros seis meses de vida.

Mas como saber se o bebê está bem alimentado? Como aumentar a produção de leite materno? É preciso oferecer agua e chás? Meu leite é fraco? Vou conseguir amamentar? São muitas duvidas!

 

Para a produção de leite, funciona a ‘lei da oferta e da procura’, quanto mais o bebe mama, mais a mãe produz. Quem precisa tomar agua, chás, sucos é a mãe! A hidratação é fundamental para manter a produção de leite. Ouro mito a ser desfeito é a questão do “leite fraco”. Mesmo as mães que têm gêmeos também conseguem produzir leite suficiente para os dois bebês.

O leite materno é o melhor alimento para os bebês devido às suas propriedades nutricionais em quantidade e qualidade ideais, como também a suas propriedades imunológicas, protegendo contra infecções respiratórias, diarréias, prevenindo alergias, obesidade e promovendo saúde, vínculo mãe e filho e permitindo um crescimento e desenvolvimento saudáveis.

Quando o bebe chora não quer dizer necessariamente que ele está com fome. Existe choro de sono, de fralda suja, de frio ou calor, de mudar de posição,  de receber carinho, etc. Com o tempo, os pais vão aprendendo a lidar com o choro do bebê. Nas consultas pediátrica, é que saberemos se o bebê está ganhando peso adequadamente ou não e então será avaliada a amamentação! Caso seja necessário alguma suplementação o pediatra é a melhor pessoa para fazer a recomendação, baseado em uma avaliação especifica.

Outra fator importante para o sucesso da amamentação é a “pega”.  É importante que o bebê abocanhe corretamente a aréola para que ele fique bem alimentado, não machuque os seios da mãe e continue estimulando uma adequada produção de leite. Para isso existem orientações especificas que devem ser buscadas antes do bebê nascer, seja com o obstetra, com enfermeiras especialistas em amamentação, com o pediatra na consulta pré natal, bem como na participação dos pais em cursos de gestantes que apoiam e promovem a amamentação. Além disso, a mãe precisa estar calma e psicologicamente preparada para amamentar. Um ambiente tranquilo é fundamental para o sucesso da amamentação.

 

LPC Resultado de Exames

RESULTADO
DE EXAMES